Deflagração

/ Deflagration

(2018)
Série. Acrílica e spray sobre tela. / Series. Acrylic and spray paint on canvas.

PT
Deflagração é uma série de pinturas relacionadas a um longo processo de experimentações com maneiras de pintar que não envolvem pincéis ou cavalete. Em 2014, realizei a performance filmada A Pintura não Está Morta Ainda, em que borrões escuros são aplicados sobre telas através de explosões de pólvora e pó de carvão.

Em Deflagração, o movimento explosivo é desacelerado e fragmentado em objetos que são ora reconhecíveis, ora dissolvidos em abstrações. O processo de pintura envolve a colocação de pregos, luvas de borracha, preservativos íntimos, facas, entre um grande número de outros fragmentos e objetos sobre a tela, formando diferentes padrões (geralmente do centro para fora, como uma explosão) e deixar cair sobre o conjunto uma fina camada de tinta spray preta que cobre as áreas nuas da superfície branca. As imagens criadas são semelhantes a fotogramas mas limítrofes do abstracionismo e a escolha dos objetos frequentemente cria associações violentas e caóticas. É como uma tentativa de discutir e compreender um mundo no qual toda discussão e compreensão tornaram-se impossíveis.

~

EN
Deflagration is a series of paintings related to a long process of experimentation with painting techniques that do not involve easels or brushes. In 2014, for instance, I realised the filmed performance Painting is Not Dead Yet, in which I apply charcoal powder onto canvases through gunpowder explosions, thus exploring the instant creation of images through an automatic process.

In Deflagration, the explosive movement is decelerated and fragmented into objects that are now recognisable, now dissolved into abstraction. The painting process involves placing screws, rubber gloves, condoms, knives, among a large number of other fragments and objects on the canvas, forming different patterns (normally from the centre to the borders, resembling explosions) and spray-painting a thin layer of black paint onto the set, covering the bare areas of the white surface. The images created are very nearly abstract, resembling photograms, and the choice of objects often gives rise to violent and chaotic associations. It's as if one were trying to understand and discuss a world in which all understanding and discussion has become impossible.

Deflagração #10: 40 x 30 cm